Skip to main content

Ameaça ao estudo das cidades

Governo reduz verbas. Apenas um em cada dez cursos de Arquitetura e Urbanismo existente hoje no Brasil é custeado com recurso público

AU

E a tendência é que o interesse estatal pelo estudo e por pesquisas relacionadas ao planejamento das cidades – o que poderia ser visto como ferramenta para redução de desigualdades e até da violência – siga a correnteza da educação nacional, que enfrenta cortes superiores a 30% no governo Bolsonaro.

O recente anúncio de redução de repasses federais a universidades é um dos principais temores dos dirigentes que estão à frente das instituições públicas de pesquisa e graduação em Arquitetura e Urbanismo. “O que o governo está fazendo só vem trazer um atraso para o país. Leia+Mais→

Consulta sobre o regulamento do CAU/BR

O plenário do CAU/BR está discutindo e aprovando o próximo Regulamento Eleitoral do Conselho válido para a eleição em todo o Brasil em 2020

CAU/BR

O Instituto de Arquitetos do Brasil – IAB, a Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas – ABAP, a Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas – FNA e a Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura – AsBEA decidiram promover uma enquete para saber a opinião dos arquitetos e urbanistas de todo o Brasil com relação a alguns temas mais polêmicos e para orientar a posição das entidades e de seus representantes. Leia+Mais→

A exposição ‘Outros Territórios’ em BH

Vinte e seis trabalhos ficarão expostos até 2 de junho no Viaduto das Artes, no Barreiro, em Belo Horizonte, antes de ocuparem as palafitas do Buritis

Outros Territórios

Serão expostas 26 propostas de arte e arquitetura selecionadas pelo júri e pela comissão organizadora da Chamada Internacional de Projetos para Intervenção Urbana Outros Territórios.

O concurso foi realizado neste ano com o objetivo de reunir um conjunto de intervenções efêmeras para as palafitas (vigas e pilares aparentes) de prédios do bairro Buritis, em Belo Horizonte. Fica em cartaz até o dia 2 de junho. Leia+Mais→

Ocupação Gregori Warchavchik

Mostra, que abre no dia 27 de abril e fica em cartaz até 23 de junho, apresenta Gregori Warchavchik, revolucionário da arquitetura e criador da primeira casa modernista em São Paulo

Gregori Warchavchik

Gregori Warchavchik à frente da casa da rua Santa Cruz

Quando publicou um manifesto rompendo com a arquitetura eclética paulistana, fazia quatro anos que o imigrante judeu ucraniano havia chegado ao Brasil, depois de trabalhar para o arquiteto neoclássico Marcelo Piacentini, na Itália. Um par de anos depois, ele construiu a primeira casa moderna brasileira, no bairro Vila Mariana.

A nova mostra da série Ocupação, abre no dia 27, no Piso Térreo do instituto, como é tradição, e apresenta a trajetória deste arquiteto. Um recorte da mostra se estende até a Vila Mariana para ser exibido no Museu Lasar Segall, outra casa projetada por ele. Leia+Mais→

Centenário de José Zanine Caldas

25 de abril de 2019 é dia de comemorar o centenário de José Zanine Caldas, viva o design brasileiro!

Zanine Caldas

Conhecido como “o mestre da madeira” por conta de seus trabalhos primorosos com essa matéria-prima, suas peças de mobiliário marcaram páginas importantes da história do design nacional, pois promoviam a integração da experiência artesanal brasileira e do movimento moderno de forma singular.

Em breve todo o seu legado será comemorado com o lançamento de um livro que reunirá arquitetura, arte e design e a construção de um museu em sua homenagem na cidade de Belmonte na Bahia, local de seu nascimento. Leia+Mais→

Declaração de Dhaka

Chamado aos arquitetos a contribuírem ativamente para a realização dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas

Dhakade

Nas últimas décadas, houve um progresso considerável na melhoria da saúde, educação e bem-estar das pessoas em todo o mundo. No entanto, esta evolução foi acompanhada por danos ambientais, mudanças climáticas e esgotamento de recursos, bem como desafios sociais e culturais. Em 2015, as nações do mundo se uniram e articularam os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas a serem alcançados até 2030. Leia+Mais→

Decreto põe em risco políticas populares

Um decreto editado pelo governo federal publicado no Diário Oficial da União nesta sexta-feira (12/4) coloca em risco de extinção o planejamento, a execução e a fiscalização de políticas públicas

A determinação extingue, limita e estabelece novas regras para a criação de órgãos colegiados do governo federal, como conselhos, comitês, comissões, grupos, juntas, equipes, mesas, fóruns ou salas, sejam esses estritamente ministeriais ou contem com a participação da sociedade civil.

De acordo com levantamento realizado pela pesquisadora do Centro de Estudos da Metrópole (CEM) e doutoranda em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (USP), Carla Bezerra, com base em dados da Secretaria Geral da Presidência da República de 2014, metade dos 70 comissões e conselhos com participação da sociedade civil foram extintos. “Em um olhar inicial, as principais políticas principais afetadas são: direitos humanos, igualdade racial, indígena, rural, cidades, LGBT, meio ambiente”, informa. Leia+Mais→

6º Prêmio Tomie Ohtake AkzoNobel

Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel abre inscrições para 2019 com abertura para projetos de estudantes

Tomie Ohtake AkzoNobel

A partir do dia 05 de abril, estarão abertas as inscrições para o 6º Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel. A iniciativa continua a mapear a produção arquitetônica contemporânea, ao destacar, pelo sexto ano consecutivo, projetos significativos construídos no panorama atual brasileiro que levem em conta o comprometimento com o sítio de implantação e a sustentabilidade, bem como a inventividade projetual e construtiva. Leia+Mais→