Skip to main content

Mulheres na Arquitetura

O encontro acontecerá no dia 08 de março, das 13h às 18h, na FAU Mackenzie

Considerado o mês da mulher, março começa com uma programação de muita qualidade e enriquecedora na FAU – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Mackenzie. Em parceria com o CAU – Conselho de Arquitetura e Urbanismo, o evento “Mulheres na Arquitetura” acontecerá em 8 de março, exatamente quando é comemorado do Dia Internacional da Mulher.

Desde a norte-americana Marion Mahony Griffin (1871/1961), considerada a primeira mulher a se tornar arquiteta, o público feminino conquistou mais direitos, mais espaço, entraram nas universidades e obtiveram reconhecimento pelos seus projetos. Por isso, o encontro contará com as referências nacionais do setor, tais como: Angélica Benatti Alvim, diretora da FAU Mackenzie; Daniela Sarmento, presidente do CAU/SC; Fabrícia Zulin, uma das autoras do projeto das “Casas Cubo”, em Diadema; Heloisa Pomaro, sócia da Micura Steel Frame e vice-presidente da Associação Brasileira da Construção Metálica (ABCEM); Luciana Schenk, presidente da ABAP (Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas); Miriam Addor, Silvana Cambiaghi e Maria Rita Amoroso, conselheiras do CAU/SP. Leia+Mais→

Empoderar comunidades que vivem no entorno de barragens

A Licença Social para Operar (LSO) emerge como um elemento complementar aos mecanismos formais de controle das empresas / por Jacques Demajorovic

Jacques Demajorovic

Todos os grandes acidentes industriais, como o ocorrido em Brumadinho (MG), apresentam características comuns: problemas de fiscalização e omissão governamental, falhas de medidas preventivas para mitigar os efeitos sobre trabalhadores e população local, e vulnerabilidade dos moradores da região, que não são informados sobre a verdadeira dimensão dos riscos a que estão expostos.

Isto se agrava em países em desenvolvimento, onde estas características dos grandes acidentes tornam as comunidades do entorno ainda mais vulneráveis. Leia+Mais→

Fábrica de Ideias e Inovação CBCA

CBCA anuncia tema do 12º Concurso para Estudantes de Arquitetura, inovação é a palavra-chave da edição de 2019

Fábrica de Ideias e Inovação é o tema que deve ser trabalhado pelos participantes da 12º edição do Concurso para Estudantes de Arquitetura, projeto promovido pelo Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA) no Brasil.

As equipes interessadas devem se inscrever entre os dias 04 de fevereiro e 25 de julho, tendo no mínimo dois e no máximo quatro alunos. O grupo deve ser orientado por um professor da mesma universidade, podendo contar ainda com um coorientador. Leia+Mais→

NT dos Arquitetos e Urbanistas

Nota Técnica dos Arquitetos e Urbanistas sobre a tragédia de Brumadinho

fna

Os Arquitetos e Urbanistas do Brasil, através de suas Entidades representativas, IAB- Instituto de Arquitetos do Brasil, FNA- Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas, AsBEA-Associação Brasileira de Escritórios de Arquitetura, ABEA- Associação Brasileira de Ensino de Arquitetura e Urbanismo, ABAP-Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas e FENEA- Federação Nacional de Estudantes de Arquitetura e Urbanismo, reunidas no CBA-Colégio Brasileiro de Arquitetos, vem contribuir ao encaminhamento prático de ações de prevenção aos sinistros, no campo do Planejamento Urbano e da Paisagem, Ambiental e Territorial, em suas dimensões locais e regionais: sem prejuízo das ações emergenciais de socorro às vítimas; sem prejuízo das ações prementes de fiscalização e controle; sem prejuízo das ações de Geotecnia, e Engenharia de Barragens pertinentes; sem prejuízo das duras e urgentes ações penais, de responsabilização, e indenizações cabíveis. Leia+Mais→

Nota de repúdio FNA

Federação Nacional de Arquitetos e Urbanistas cobra o cumprimento dos protocolos de segurança em barragens

Brumadinho / IsacNóbrega - EBC

Diante da tragédia em barragem na cidade de Brumadinho, em Minas Gerais, a Federação Nacional de Arquitetos e Urbanistas (FNA) vem a público cobrar que os protocolos de segurança sejam cumpridos pelas empresas que têm qualquer tipo de projetos com riscos e impactos ambientais no país.

A Federação, representante da categoria dos arquitetos e urbanistas, alerta para o fato de que esses acidentes colocam não só em risco o patrimônio histórico, cultural e ambiental, como a vida das pessoas que residem nas regiões. Leia+Mais→

Vantagens da tecnologia BIM

Edgar Sacchi desdobra as vantagens da tecnologia BIM para projetos grandes e pequenos, podendo expandir para o mercado criativo

BIM

A metodologia reconhecida em grandes obras, pode ser uma tendência para profissionais além da arquitetura, como designers, decoradores, visual merchandisers e estilistas. De uns anos pra cá, essa tecnologia vem se popularizando no Brasil, embora já seja muito aplicada mundo afora.

“Meu primeiro contato com a tecnologia BIM foi em 2012. Hoje em 2019, creio que 50 a 60% do nosso mercado ainda não a usa. Em meados dos anos 90, popularizou-se a tecnologia CAD (Computer Aided Design) poucos sabem disso até hoje, mas CAD é sim uma tecnologia e não um software. Leia+Mais→

Vencedores do Prêmio AU 2018

O Sindicato dos Arquitetos no Estado do Rio Grande do Sul (Saergs) anuncia os vencedores do Prêmio Arquiteto e Urbanista do Ano 2018.

Saergs

O resultado da votação foi homologado em reunião do Conselho Curador para a premiação do Saergs, na quinta-feira (06/12), em Porto Alegre (RS). Na categoria Setor Público, a arquiteta e urbanista Ana Meira foi a vencedora, enquanto, no Setor Privado, foi escolhido o escritório Cantergiane+kunze.

Já o escritório Sauermartins foi selecionado na categoria Jovem Arquiteto e Urbanista. A Homenagem Especial: Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social (Athis) laureou a arquiteta e urbanista Sabrina Cerqueira e a categoria Homenagem Póstuma foi destinada à arquiteta e urbanista Briane Bicca. Leia+Mais→

Intervenções para palafitas de edifícios

Foi lançado o edital do Outros Territórios – Chamada Internacional de Projetos para Intervenção Urbana, com inscrições até 22 de janeiro de 2019

palafitas

A ideia é reunir um conjunto de intervenções efêmeras que serão propostas para o Buritis, montanhoso bairro da região Oeste de Belo Horizonte, possibilitando uma mudança instantânea em sua paisagem por meio da ocupação de “palafitas” (vigas e pilares aparentes) de diversos prédios ao mesmo tempo. Poderá ser criado um circuito de visitação a pé às instalações: projeções de vídeo, light art, peças de teatro, horticultura, paisagismo, pinturas, esportes radicais, entre outras possibilidades de ocupação dos espaços privados e vazios. Leia+Mais→