Skip to main content

A exposição ‘Outros Territórios’ em BH

Vinte e seis trabalhos ficarão expostos até 2 de junho no Viaduto das Artes, no Barreiro, em Belo Horizonte, antes de ocuparem as palafitas do Buritis

Outros Territórios

Serão expostas 26 propostas de arte e arquitetura selecionadas pelo júri e pela comissão organizadora da Chamada Internacional de Projetos para Intervenção Urbana Outros Territórios.

O concurso foi realizado neste ano com o objetivo de reunir um conjunto de intervenções efêmeras para as palafitas (vigas e pilares aparentes) de prédios do bairro Buritis, em Belo Horizonte. Fica em cartaz até o dia 2 de junho. Leia+Mais→

Outros Territórios divulga selecionados

Outros Territórios divulga artistas e arquitetos selecionados para exposição no Viaduto das Artes

Outros Territórios

Turbina Eólica Urbana de André Brandão

Projetos farão parte de galeria on-line e podem ser instalados em palafitas (vigas aparentes) de edifícios.

O edital Outros Territórios – Chamada Internacional de Projetos para Intervenção Urbana elegeu os sete finalistas da primeira etapa do programa. Todos serão apresentados numa exposição no Viaduto das Artes: um instigante espaço cultural no Barreiro (região Oeste de Belo Horizonte) instalado sob dois viadutos e sintonizado com o conceito geral da chamada, que é explorar as possibilidades de ativação de lacunas urbanas. A abertura da exposição e mesa de debates ocorrem neste semestre. Leia+Mais→

Arquitetura de grife na cidade contemporânea

O Laboratório de Estudos em Habitação (LEHAB/UFC) promove o lançamento do livro “Arquitetura de grife na cidade contemporânea: tudo igual, mas diferente”, do professor Márcio Moraes Valença, vinculado à UFRN e pesquisador do INCT Observatório das Metrópoles

Arquitetura de grife

O livro resgata o modelo de intervenção urbana dominante nas últimas décadas do século XX, denominado por David Harvey como “empreendedorismo urbano”, e que ainda impera como fórmula de intervenção. Através de significativa documentação iconográfica, o autor analisa os casos de Bilbao, Kuala Lumpur, Hong Kong e Londres, para mostrar como se deu a continuidade das intervenções iniciais do city marketing no contexto internacional, evidenciando o caráter rentista desse processo, os danos sociais, e a geração de mais espaços de consumo. A obra contribui também para a reflexão sobre este modelo no contexto das cidades brasileiras, onde a fórmula aplicada é a mesma, mas suas implicações bem distintas. Leia mais Leia+Mais→